Conheça 2 formas diferentes de Banhos Terapêuticos: Óleos Essenciais e Ervas

banhos-terapeuticos

Não existe nada melhor do que chegar em casa depois de um longo dia de trabalho e relaxar em sua banheira. Então que tal aproveitar esse momento especialmente relaxante e transformá-lo em um momento ainda melhor, com elementos terapêuticos? 

Os banhos terapêuticos podem fazer uso de diversos elementos para o tratamento do corpo, como a cromoterapia e a ozonioterapia, por exemplo. Neste texto, trataremos a respeito dos ativos encontrados em óleos e plantas essenciais. 

Esses elementos trabalham pela absorção da pele e promovem, de acordo com o que for utilizado, sensações e momentos únicos. Atualmente, os banhos terapêuticos tem dois formatos principais: pelo uso de ervas e pelo uso de óleos. Abaixo, conheça um pouco mais sobre ambos.

Banho com Ervas

Para quem busca reequilibrar o corpo e a mente de maneira natural, os banhos de ervas são especialmente recomendados. Baseados na premissa de que a pele absorve os princípios ativos presentes nas plantas, esses banhos promovem relaxamento, revigoração e muito mais, de acordo com a planta utilizada. Confira abaixo algumas opções de plantas para utilização.

  • Alecrim: Tem efeito antisséptico para o corpo e emoliente para os cabelos, o que garante a maciez.
  • Camomila: O óleo essencial da planta gera um efeito calmante da pele. Os flavonoides, outro grupo de substâncias presentes nela, têm ação hidratante e emoliente.
  • Hortelã: É indicada para combater inflamações como gripe, tosse, bronquite, faringite e sinusite graças ao mentol, substância anti-inflamatória.
  • Lavanda: A lavanda é geralmente utilizada para o estímulo da imunidade e também no auxílio da redução do estresse.

Banho com Óleos Essenciais

Caso prefira, ao invés de usar diretamente a planta, você pode utilizar o óleo essencial dela. Ali, os ativos estarão concentrados e será necessário apenas uma pequena quantidade de óleo para uma grande quantidade de água.

Os óleos essenciais podem também ser utilizados em banhos de chuveiro, mas devem ser diluídos antes de entrar em contato com o corpo. Do mesmo modo, ao final do banho de banheira, é recomendado enxaguar o corpo com água corrente.

Outra dica ainda é fazer uso da aromaterapia enquanto usa a banheira. Esse método consiste em colocar um pouco do óleo essencial em um aparelho difusor e deixar que o aroma se espalhe pelo ambiente. Com o mesmo princípio de ação dos óleos e plantas, ao inalar as substâncias ativas presentes em ambos, elas são absorvidas pelo corpo e metabolizadas pela corrente sanguínea.

Com o uso de um dos métodos acima, você poderá aproveitar o melhor da natureza aliado ao seu momento especial em seu banho de banheira!

E que tal conhecer agora alguns modelos de banheiras individuais? Acesse e confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *